23 de março de 2011

Sutil


É pela exatidão do momento,
sem delongas,
nem espera.
Não temos pressa,
não temos tempo.
Temos o amor e isso já basta,
o vento que arrasta
a ocasião para longe.
Cada minuto a mais
quer dizer um minuto a menos
e lá se vai uma vida inteira.
O amor é o combustível da vida,
o amor faz o tempo parar.
Eu respiro amor,
ela me ama também.
O amor é fato, é forte!
Na ocasião certa,
com o amor certo
você entenderá o que
estou falando!

3 comentários:

Sandro Ataliba disse...

Eu entendo.
Belíssimo texto, meu amigo.
Abraço

Thaís Alves disse...

Nossa, você anda inspirado... O texto encheu meus olhos d´água... Lindo poema. E eu entendo cada palavra. Beijos

Letra e crítica disse...

Muito bonito seu blog, me segue, que te sigo:

http://ronyaraujo.blogspot.com/