9 de fevereiro de 2011

Ambivalência


Porque é tão fácil
decifrá-la, tê-la
já se torna impossível.

Não existe nada
mais belo do que
sentimentos confusos.

Mas toda beleza
vai escapando
por entre os dedos.

Terei que decidir entre:

Aquilo que me
 faz querer seguir.

E o que me
faz querer parar.

Se eu seguir,
posso ser feliz
e me machucar.

Se eu parar,
posso me machucar
e ser feliz.

O problema é que
não sei quando parar
e não consigo mais seguir.

Hoje me arrependo
por ter calado
e por ter falado.

5 comentários:

M!sunderstood disse...

Caramba, muito perfeito o seu post...Aliás o jogo de palavras e de situações me encantou muito, adorei a imagem...

Estou seguindo-te

Um beijo

Diandra disse...

Que lindo meu anjo!!

Olha nem digo mais que passo pelo mesmo....nossa muito confuso a situação, sendo que a unica coisa certa é o sentimento..

Q bom que voltou!

Um ótimo restinho de semana!!

Postei fotinhos especiais no meu blog, espero que passe lá para conferir....bj grande!

http://bydih.blogspot.com/

Ana Feitosa disse...

Hum vim aqui especialmente para agradecer pelo carinho e pela mensagem de felicidades, não tem nada de mico não, felizmente é meu niver sim.
Obrigada de verdade!!!!
Bjos no coração!

Sandro Ataliba disse...

Decidir entre dois caminhos é tão difícil quanto não ter caminho algum. Independentemente do que você escolher, algo será perdido.
A dica é escolher logo, seguir o caminho e não olhar para trás.
Abraço

Arianne Carla disse...

Saudades daqui, selos pra você:
http://selosdoepifaniaa.blogspot.com/2011/02/presentes-da-carol-e-da-maiara.html