17 de outubro de 2010

Felicidades???


Um dia incompleto,
uma hora a menos
e um coração repleto de esperança,
alias falsa esperança.
O desejo termina,
quero dizer o desejo continua
só que dessa vez parece remoer partes do meu ser.
Tinha tudo para ser perfeito,
tinha,
não fosse o fato dela ter arrancado do meu peito o meu coração,
que mesmo pulsando foi posto lentamente ao chão
e pisado por um salto tão alto quanto o amor que eu sentia.
No meio do salão contornado por tanta gente eu me senti sozinho,
me senti pequeno,
acabei por não sentir mais nada.
Foram as palavras mas gentis e cruéis que já ouvi.
O pior foi fingir que nada aconteceu.
E não, nada será como antes,
nunca é.
Troquei a ressaca pelo arrependimento.
No fim das contas o presente que recebo
é um pouco mais de infelicidade.



2 comentários:

Dany Danony disse...

Suas palavras sempre tocam profundamente minha alma...

Anie Correa disse...

"Não te darei o título de última estupidez, mas a ti dedico meu último exemplar de paixão completa e a medalha de ter o mais belo que há em um ser humano, os sonhos.

A ti dedico minha pior falha humana."


Foram essas palavras que traduziram esse sentimento quando ele transbordou do meu peito.

Bejos e bom final de semana!
Ani