24 de outubro de 2010


"Sei que erro quando deixo dúvidas,
te magoaria mais se dissesse não
e mentiria para mim mesmo caso dissesse sim."

17 de outubro de 2010

Felicidades???


Um dia incompleto,
uma hora a menos
e um coração repleto de esperança,
alias falsa esperança.
O desejo termina,
quero dizer o desejo continua
só que dessa vez parece remoer partes do meu ser.
Tinha tudo para ser perfeito,
tinha,
não fosse o fato dela ter arrancado do meu peito o meu coração,
que mesmo pulsando foi posto lentamente ao chão
e pisado por um salto tão alto quanto o amor que eu sentia.
No meio do salão contornado por tanta gente eu me senti sozinho,
me senti pequeno,
acabei por não sentir mais nada.
Foram as palavras mas gentis e cruéis que já ouvi.
O pior foi fingir que nada aconteceu.
E não, nada será como antes,
nunca é.
Troquei a ressaca pelo arrependimento.
No fim das contas o presente que recebo
é um pouco mais de infelicidade.



Hoje, mais que nunca, preciso de um conselho!!!

5 de outubro de 2010

Mônica


A mesma maquiagem pesada
que expressa a angústia,
são olhos e lábios contornados
pelas mesmas cores marcantes,
unhas compridas e vermelhas
o que destaca um lado mais obscuro
e ao mesmo tempo fatal,
mesmo assim faltam sorrisos
a tristeza transpassa os olhos claros
e expõem a alma ao mundo,
atitudes que trazem
a rebeldia da menina
que se pinta como mulher
e escreve cartas de amor,
que já não brinca mais com bonecas
mas as mantém guardadas,
que ao fim de cada noite lava o rosto
como quem lava a alma
e remove todo o peso do mundo
olha as estrelas pela janela
deita abraçada ao seu urso
e sonha com a infância
a muito tempo esquecida.

3 de outubro de 2010

Ultimato



Ousada ao ponto de calar meus lábios com um único dedo e me colocar contra parede.
"- E se a porta fechar?" Pergunta ela.
Seria tão simples agir por impulso e colocar tudo a perder.
Só que há um mundo lá fora onde uma pessoas prevalece.
É por esta pessoas que renego meus instintos, não quero casos as escuras, quero o amor que a mim foi prometido, quero antes de tudo sentimentos sinceros e não besteirinhas ditas ao pé do ouvido.