6 de outubro de 2009

Errôneo

Talvez soubesse o que é amor
se olhasse para dentro de mim,
precisaria um instante para sentir
algo realmente especial.
Dobraria os joelhos
implorando liberdade,
e sentiria a diferença
entre amar e viver.
E quem ama
vive intensamente
cada minuto,
e quem vive
ama por uma vida inteira.
Cúmplices um do outro?
Talvez!
Somos humanos erróneos,
e se quer nos damos conta disto.
Basta errar o amor
e iludir toda uma vida,
pois somos parte desta vida
e somos a vida em si.
Cada qual com a vida que merece,
sem merecer amor algum.

2 comentários:

A Bailarina disse...

Nossa =O

Arrepiei!

O amor sempre tem seus meios de nos fazer querê-lo perto e ao mesmo tempo distanciá-lo.

Ah o amor...

(Obrigada)

Beijos, meu anjo!

Se cuida!

. Cíntira's Castle . ♪ disse...

' Cada qual com a vida que merece,sem merecer amor algum '

E alguns tentando mudar..merecendo sim um pouco que seja do amor, afinal o vencer é o tentar .!

Lindo Post.
obrigada por me proporcionar esta leitura.

Abraço.

:D