16 de outubro de 2009

Demasia

Seria apenas a tolerância de um amor não correspondido, interligava a mente ao coração, trazia em seu peito a dor de nunca ser notado. Fazia planos, fazia falta. O coração estava cheio de amor, e ao mesmo tempo vazio por não ter a quem amar.

3 comentários:

Tempestade disse...

ahhh..belo sorriso o seu. Adorei. rs...
seja bemvindo e não se preocupe, o amor vai chegar.

abraços.

Esther cyrraia disse...

os poetas muitas vezes se parecem com anjos... sobrevoando palavras, sempre um pouco acima... pairando
adorei o blog, estou seguindo e te desejando sucesso!

Andréia A disse...

Isso acontece mais do que se pensa!!
A vida se torna meio que sem cor , quando nao encontramos um grande amor.
Ou quando se encontra e nem ao menos somos notados...

um abraço