31 de outubro de 2009

Perdão


Hoje sou eu quem cai de joelhos.

Peço a paciência que preciso,

peço perdão, peço paz!

DEUS perdoe-me

não tenho sido um bom cristão,

deixei de rezar.

Não que eu tenha perdido a fé,
isso nunca!

Estou disposto a pagar,

(seja o preço que for)

para viver os meus sonhos.

Quero que olhe para mim,

como quem compreende um filho,

e quero revelar tamanho amor.

De: filho

Para: Pai, O salvador!

Amém

29 de outubro de 2009

Você me induz a amar...

Erramos ao amar de mais.
Erramos ao se entregar de menos.
E nunca deixamos de errar.
Você me induz a te amar,
ao te amar eu erro mais uma vez.
Você pode não reconhecer ou deixar
as oportunidades passarem,
pois você é livre pra escolher.
Talvez você leia o que eu
escrevo nestas linhas,
talvez você nem saiba que escrevo...
Sei que não é culpa sua
por não sentir nada por mim,
também não foi minha intenção te amar.
Você erra ao olhar pra mim,
e eu erro ao acreditar em você.
(Mais uma vez)

16 de outubro de 2009

Demasia

Seria apenas a tolerância de um amor não correspondido, interligava a mente ao coração, trazia em seu peito a dor de nunca ser notado. Fazia planos, fazia falta. O coração estava cheio de amor, e ao mesmo tempo vazio por não ter a quem amar.

12 de outubro de 2009

Ser incapaz de amar


Ah o amor!!!!
Coisa tão inútil,
ora me faz sorrir,
ora me faz chorar.
Pouco adianta me torturar
isso não trará você pra mim.
Preciso de um outro alguém,
um alguém disposto a amar,
compartilhar sonhos,
alegrias e tristezas.
Dores e outros amores!

Ah o amor!!!!
Que me guia para caminhos errados,
ora se faz distante,
ora traz você pra mim.
E não importa para onde vou,
levo você dentro de mim.
Tenho que buscar novos horizontes,
abrir brechas no meu coração,
expor meus sentimentos,
dúvidas e e incertezas.

Ah o amor!!!!
Que me faz um bem,
ora me traz você,
ora me faz sofrer.
Canta para mim dormir,
grita para me acordar.
Faz ferida dentro de mim,
outrora quer me amar,
distante, não sei estar,
doce e odioso.

6 de outubro de 2009

Errôneo

Talvez soubesse o que é amor
se olhasse para dentro de mim,
precisaria um instante para sentir
algo realmente especial.
Dobraria os joelhos
implorando liberdade,
e sentiria a diferença
entre amar e viver.
E quem ama
vive intensamente
cada minuto,
e quem vive
ama por uma vida inteira.
Cúmplices um do outro?
Talvez!
Somos humanos erróneos,
e se quer nos damos conta disto.
Basta errar o amor
e iludir toda uma vida,
pois somos parte desta vida
e somos a vida em si.
Cada qual com a vida que merece,
sem merecer amor algum.