3 de setembro de 2009

"Aquele que ouve ecos de vozes proféticas, ao ler os escritos dos grandes pensadores, que sente gravar-se em seu coração com caráter profundo como cicatrizes. O seu clamor visionário e divino, que se extasia contemplando as supremas criações da arte. que sente íntimos calafrios em face das obras-primas acessíveis ao seu sentido e se entrega a vida que nela palpita e o coração irrequieto seja arrebatado por febres de emoção, e se comove até que seus olhos se encham de lágrimas, tem um nobre espírito e pode alimentar o desejo de criar coisas tão grandes como as que se sabe admirar!"
José Ingenieros

Nenhum comentário: