21 de agosto de 2009

Altruísmo


Será que você sabe qual é o tamanho

do meu amor?

Você sabe ao menos quem eu sou?

Então não me iluda.

Não me olhe, não sorria para mim.

Você não sabe o mal que me faz.

(Te amar e não ter você em meus braços)

Agora quero acordar e ver que tudo foi um sonho,

e que ainda não amanheceu.

Quero sair na varanda e gritar teu nome,

mas não quero respostas,

quero o silêncio que o vento traz.

Mas quem sabe o destino nos una

num encontro casual,

e nos mostre que o amor é testemunha ocular

que meu amor é tão imenso quanto o mar.


Por Affonso Schmitt Paiz

2 comentários:

Palavras Soltas disse...

Oitavo Anjo, a respeito do amor leio atentamente, aprendo passivamente... teu blog tomou um belo formato, parabéns, bj no coração,fica com Deus a abençoar-te sempre...

A Bailarina disse...

Nossa... Adorei!

É um texto muito forte, estaria mentindo se dissesse que nao me identifiquei. Lindo texto!

Parabéns!